terça-feira, agosto 9

Maria Betania.... e o meu coração ateu

[Lenta]
Não vi bem, confesso,
porque perdida estava a olhar.
A gota lenta que deslizava pelo teu pescoço
precipitou-se no teu peito seco.

[Ténue a diferença entre uma gota de suor e o teu suor nessa gota]

Pelo meio de ti.
Lá caiu.

Eu vi, sem ver mais nada.
Nem quando cantavas,
nem quando, gazela, apressavas
rápido o passo pelo palco.

Eu vi,
essa gota de suor a cantar
deslizando suave encostada à tua pele.
Depois, Betania, sucumbi.
Foste a voz no sorriso dessa menina em ti.

1 comentário:

zibliana disse...

ao ler-te, ouço a gota de suor cantando em bethânia... estranho...

olá, 7!